Impressão 3D de metal vira algo comum

A impressão 3D de produtos personalizados de metal está deixando de ser simples conceito teórico para passar a ser uma realidade comum de nossa sociedade. Em setembro de 2018, no “International Manufacturing Technology Show”, uma das maiores feiras industriais do mundo, a empresa HP – essa mesmo, a gigante do hardware e dos computadores – apresentou o HP Metal Jet, uma tecnologia avançada de impressão 3D destinada a fabricantes de peças de metal, para aplicação na indústria.

Entre os clientes já anunciados da nova tecnologia de impressão 3D estão gigantes tão diversos como o Primo Medical Group ou a Volkswagen.

Arcam EBM Spectra H

A HP não está sozinha nessa luta. Na verdade, a empresa segue na cola da General Electric, outro gigante histórico da produção industrial que não quer ficar apenas nos livros de História. Através de sua divisão GE Additive, a General Electric lançou em abril de 2018 o Arcam EBM Spectra H, uma máquina de impressão 3D capaz de imprimir peças a mais de 1000ºC. Com esta capacidade, a máquina pode imprimir peças em 3D a partir de metais sofisticados à base de alumínio, como o Alloy 718.

Grande indústria, medicina e auto

A tecnologia será verdadeiramente revolucionária e deverá chegar a todos os setores de produção. Entretanto, a prioridade da HP está nos setores automóvel, médico e industrial. De acordo com Tim Weber, alto responsável da HP e em declarações ao site Design News, essas três áreas de produção criam bilhões de partes e peças de metal em cada ano, representando uma grande oportunidade para a Metal Jet da HP mostrar suas capacidades.

As grandes vantagens da adoção de meios de impressão de metal em 3D são a eficiência em termos de custo (por cada peça final), novas possibilidades no design das próprias peças e maior rapidez de produção (permitindo aos clientes da HP se anteciparem a seus concorrentes).